Violência Doméstica

Violência Doméstica: Paulo Machado Advocacia tem o profissional Advogado em Foz do Iguaçu, capacitado para esse segmento. Violência doméstica é um padrão de comportamento que envolve violência ou outro tipo de abuso por parte de uma pessoa contra outra num contexto doméstico, como no caso de um casamento ou união de fato, ou contra crianças ou idosos.

Quando é perpetrada por um cônjuge ou parceiro numa relação íntima contra o outro cônjuge ou parceiro denomina-se violência conjugal, podendo ocorrer tanto entre relações heterossexuais como homossexuais, ou ainda entre antigos parceiros ou cônjuges.

A violência doméstica pode assumir diversos tipos, incluindo abusos físicos, verbais, emocionais, econômicos, religiosos, reprodutivos e sexuais.

Formas

A violência doméstica pode assumir diversas formas, incluindo ameaças ou agressões físicas (bater, dar pontapés , morder, acorrentar, atirar objetos, choques elétricos, etc.), abusos sexuais, comportamento controlador, intimidação, perseguição contínua, abusos passivos (como negligência) ou privação econômica. Pode ainda incluir outras formas de abuso, como colocar deliberadamente a pessoa em perigo, coerção, rapto, detenção forçada, invasão de propriedade e assédio.

Abuso físico

Abuso físico é o abuso que envolve contato físico com a intenção de infligir medo, dor, outro tipo de sofrimento físico ou lesões corporais. As dinâmicas de abusos físicos no contexto familiar são muitas vezes complexas.

A violência física pode ser o culminar de outros tipos de comportamento abusivo, como ameaças, intimidação e limitação da auto determinação da vítima através do isolamento forçado, manipulação e outras limitações da liberdade pessoal.

Abuso sexual

A Organização Mundial de Saúde define abuso sexual como qualquer ato sexual, tentativa de obter um ato sexual, abordagens ou comentários de cunho sexual indesejados ou tráfico sexual direcionados contra determinada pessoa por meio de coerção.

Abuso psicológico

Abuso psicológico ou abuso emocional é um padrão de comportamento com o objetivo de ameaçar, intimidar, desumanizar ou sistematicamente debilitar a auto estima de outra pessoa.

Abuso econômico

Abuso econômico é uma forma de abuso em que um dos parceiros íntimos controla o acesso do outro parceiro a recursos econômicos ou aos bens matrimoniais. As formas de abuso econômico mais comuns são impedir um cônjuge de adquirir recursos, limitando aquilo que a vítima pode comprar ou usar, ou explorar os recursos da vítima.

Por gênero

As diferenças de gênero no contexto da violência doméstica são alvo de debate entre a comunidade científica. A investigação atual é limitada por vários fatores. Os inquiridos apresentam frequentemente relutância em reportar situações. Se dividem em:

Mulheres

A violência contra mulheres e crianças é uma das mais prevalentes violações dos direitos humanos em todo o mundo. Uma em cada três mulheres será, em determinado momento da vida, vítima de abuso físico ou sexual.

Homens

As formas mais comuns de violência doméstica contra homens incluem abusos físicos, emocionais e sexuais, incluindo violência mútua.

O escritório Paulo Machado Advocacia, tem o Advogado em Foz do Iguaçu que atua na área de Violência Doméstica. Saiba mais sobre cada um dos segmentos:

Av. Tancredo Neves, 5057, Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil, 85867-633
segunda-feira, terça-feira, quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira, sábado08:00 – 22:00
+55-45-99104-5313